Manual Zen #10

Manual Zen Sobre o Conserto de Motocicletas e Outras Artes

Todos os homens duvidam de si mesmo e, por isso, precisam de companheiros de jornada. O que sonhamos à noite, precisamos saber que germinou ao amanhecer.
……
Há amizades que não exigem o conhecimento direto do outro, assim como há pessoas que gostaríamos de não conhecer e algumas que preferiríamos esquecer. Podemos não conhecer, pessoalmente, alguém e o considerarmos um amigo. As amizades da alma são assim mesmo. Requerem tanto da vida vivida quanto da vida sonhada, desconhecem o tempo e proporcionam a companhia ideal.
…….
Goethe diria “são as afinidades eletivas”.
…….
Precisamos de “companheiros de jornada” que nos ajude a encontrar respostas. Amigos que não nos ofereça soluções prontas nem tenham a pretensão de querer fazer das suas próprias descobertas e experiências verdades a ser aceitas por todos.
……
Um amigo espiritual é aquele que nos ensina a deixar o olhar recair sobre os fatos mais simples da vida, sem perder a perspectiva de que grandes feitos e milagres podem ter origem ali, e personagens até então anônimos podem protagonizá-los. Ele nos lembra que não estamos sozinhos, que ao nosso redor há pessoas que fazem indagações, talvez semelhantes as nossas, e que também procuram pistas sobre respostas. Comunicar-se com elas, então, é essencial.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.