Camino a La Paz

Filme sensível e bem feito, o argentino Camino a La Paz é uma espécie de road movie sul-americano. A direção e o roteiro são assinados por Francisco Varone, que se sai muito bem nos dois.
A história gira em torno da relação entre duas pessoas muito diferentes: Sebastian, desempregado que vira motorista clandestino para sobreviver e Jamil, um muçulmano idoso e doente. Iniciando uma viagem de peregrinação a meca, o velho contrata Sebastian para levá-lo de Buenos Aires a La Paz. No longo caminho, eles precisam superar o abismo cultural que os separa.
Na aproximação desses desconhecidos, acompanhamos a jornada de autoconhecimento de Sebastian. Com o passar dos dias, ele descobre que além da aparência e dos hábitos irritantes do seu passageiro, existe um homem sábio.
Mesmo contra a vontade, Sebastian tem seu destino entrelaçado àquele do velho Jamil, que de aparente antagonista vai se revelar seu mentor. Em oposição aos planos abertos do início – onde vemos os dois personagens distantes, um de cada lado -, o diretor, ao final, usa uma metáfora visual que resume tudo: eles finalmente juntos, amarrados a uma árvore, depois de um assalto.
O filme consegue abordar sem pieguice a questão do crescimento espiritual: o desapego e a coragem para abandonar velhos padrões; a necessidade de deixar para trás a bagagem inútil e seguir mais leve. É também sobre tolerância e compaixão, dois substantivos que andam mais abstratos do que nunca.
A trilha sonora é usada de maneira inteligente, fugindo ao clichê e evitando um sentimentalismo óbvio. Ao invés disso, Varone opta por uma sonoridade roqueira, com guitarras distorcidas e viradas de bateria. Esse artifício, além de ser eficiente para mostrar a agitação interior do protagonista, também contribui para a autenticidade do filme.
Produção de 2015, Camino a La Paz está disponível na NETFLIX. Recomendo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.