Manual Zen #6

Manual Zen Sobre o Conserto de Motocicletas e Outras Artes

Uma amiga me confessa seu desejo de ser “grande” na profissão que exerce. E me diz isso com tal convicção, enumerando exemplos, e com uma inveja tão sincera, citando quem já alcançou essa grandeza, que sinto vontade de tomá-la nos braços e, suavemente, dissuadi-la que ser grande já não importa.
….
Desde que a medida das coisas passou a ser o poder, a fama e o dinheiro, o mundo está repleto de gigantes. Eles caminham altivos, derrubando barreiras, ignorando distâncias, esmagando homens e mulheres comuns, mas têm vidas curtas – como as borboletas- sem sequer, como elas, apreenderem a beleza das flores.
…..
“Grande é a vida… é real e mística… seja onde for e o que for.” – Walt Whitman.
…….
Deixe outros serem grandes. Seja boa no que faz, faça o que tem que fazer com amor e ame o bem feito. “O amor” – minha cara amiga – “é  a quilha da criação” e também o sextante, a bússola e o compasso.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.