Extraviada 2

N., Minha Flor:   O tempo foi generoso com você. Não deixou só a beleza intacta; a lucidez e o raciocínio agudo continuam os mesmos. Isso sim é invejável. Também não costumo reclamar da vida, mas já que não nasci com uma aparência privilegiada como a sua, um pouco mais de inteligência seria uma justa […]

Continue lendo...

Extraviada 1

* Menção honrosa no IV Concurso Nacional Literário da ALACIB   Meu Caro W., Queira me desculpar pela forma antiquada de comunicação. Faço uso de lápis e papel não por analfabetismo digital, mas por outro tipo de limitação. Na verdade, tenho até me divertido muito com as novas tecnologias. O fato é que fico bloqueada […]

Continue lendo...

Um olhar entre mundos

Eu era bem menino e já ficava encantado com uma enciclopédia que trazia legendas estilizadas comparando as produções de ouro, ferro, café, manganês, bauxita, açúcar dos países. Eu ficava fascinado com as filas de pequenos lingotes representando a produção de cobre do Chile, de ovelhas indicando a produção de lã da Nova Zelândia ou de […]

Continue lendo...

Aeroporto

Já fazia muito tempo que tinha recebido um convite e de pronto decidi aceitá-lo pondo-me a trabalhar. Desde o momento que o abri até hoje, já se passaram quatro meses inteiros de pesquisa e desenhos. Porém a vida sempre dá um jeito de nos abarrotar de milhões e milhões de coisas e o tempo foi […]

Continue lendo...