Extraviada 8

Querido G., Acabo de retornar ao nosso país. Cheguei há uma semana e já tenho vontade de ir embora há uns dez anos. Achei tudo muito estranho. Devo ter me perdido na estrada de volta. Ontem, tentei assistir ao show de um artista tão antigo quanto eu. Tinha uma vaga esperança de descobrir, na trilha […]

Continue lendo...

Era o que eu tremia

Sempre fui apaixonado pelas palavras. Assim como o poeta Manoel de Barros, eu primeiro me apaixono pela palavra e depois vou procurar um sentido para ela. Primeiro a palavra sentida, depois seu sentido. E foi assim com a apalavra ausência. Quando criança, eu criava histórias em quadrinhos. Minha preferida era “Perna de Fogo” – um […]

Continue lendo...